O que é low poo? 4 dicas para entender

o que é low poo

Você já se perguntou o que é low poo? Se você sempre teve dúvidas sobre essa técnica, não se preocupe! A Spasso explica para você tudo sobre essa forma de lavagem capilar que anda fazendo a cabeça das mulheres, principalmente das cacheadas!

O que é low poo?

O low poo, na tradução literária, significa “pouco shampoo”. Essa técnica também é chamada por algumas meninas de “pouca espuma”. Mas afinal, o que é low poo e por que ele é chamado de pouca espuma?

Essa é uma técnica de lavagem dos cabelos que busca ser menos agressiva e mais natural para os fios. Para isso, ela diminui o uso de produtos com algumas composições, como sulfatos e petrolatos.

Como funciona o low poo?

Para entender melhor sobre o que é low poo, é importante entender 4 pontos sobre essa técnica. Veja só:

– Oleosidade dos fios

Quando falamos sobre o que é o low poo, precisamos antes falar sobre a oleosidade natural dos cabelos.

Antigamente, todo mundo achava que, quanto mais espuma, mais limpo o cabelo ia ficar, não é mesmo? Além disso, a oleosidade, que é natural do cabelo, era encarada como um sinal de sujeira das madeixas.

No entanto, depois de muito estudos, os especialistas chegaram em outro consenso. A oleosidade capilar não significa sujeira, pelo contrário. Ela contém diversos minerais que fazem bem aos fios, deixando-os hidratados e nutridos.

É por isso que começaram então a surgir shampoos sem alguns componentes que removem totalmente essa oleosidade dos fios. Assim, eles passaram a ser usados pelas meninas que queriam um cuidado mais suave, que não agredisse e ressecasse tanto os fios.

– Os produtos para low poo

Para quem sabe o que é o low poo e quer utilizar a técnica, é importante saber como escolher os produtos certos. Para realizar esse tipo de lavagem especial é preciso utilizar produtos com composições específicas, não só o shampoo!

A maioria dos shampoos nos mercados possui sulfatos, que removem totalmente a oleosidade capilar. Portanto, para adotar a técnica do low poo, antes de tudo você precisa procurar por itens que não tenham na sua composição sulfatos. Veja alguns exemplos de sulfatos: Sodium laureth sulfate, Sodium lauryl ether sulfate, Sodium laurilsulfate, Ammonium Lauryl Ether Sulfate, Ammonium lauryl sulfate, Sodium Trideceth).

Por isso, leia atentamente os rótulos e cuidado na hora de escolher os produtinhos! Essa técnica requer que todos os produtos sejam livres desses componentes, inclusive condicionadores, leave-in e máscaras!

– Cronograma capilar

Se interessou pelo low poo? Calma!

Assim como qualquer mudança, essa precisa ser feita após muita pesquisa. Além disso, existe todo um processo para que seus fios não sofram com essa mudança abrupta.

O ideal é que você comece aos poucos e vá adaptando seus fios às mudanças.

Além disso, para quem utiliza o cronograma capilar (explicamos tudo sobre ele aqui!), a técnica low poo é uma ótima aliada. Isso porque ela ajuda as madeixas a responderem mais rápido a todo o processo de cuidado e tratamento.

Assim, é sempre importante entender sobre seus fios, o tipo de oleosidade e as necessidades de hidratação/limpeza. Dessa forma, você pode escolher as melhores formas de cuidado.

– Para quem serve o low poo

Embora o low poo possa ser usado por qualquer cabelo, são as cacheadas que estão pirando nessa técnica! Isso porque ela deixa os fios com aspecto mais natural e hidratado. Para os cachos, eles ficam mais “disciplinados” e certinhos, sem se “desfazer” a qualquer momento.

No entanto, as lisas, por exemplo, podem sim utilizar essa técnica também. Isso porque o low poo pode dar mais disciplina para os fios, reparando as pontas e evitando o ressecamento. O resultado são fios mais soltos e naturais!


Agora que você já sabe o que é low poo, venha até uma das lojas da Spasso e encontre todos os produtinhos para começar a usar essa técnica: http://spasso.com.br/contato/